Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 7 de novembro de 2009

A ultima palavra triste


Normalmente pessoal como eu saem pra andar neste mundo gigantesco e louco achamos coisas teriveis da qual nao sabemos como agir e da um odio e uma agonia..entao tipo estou dizenduh que a ultima palavra triste e aquela q num pode ser dita e sim sentida,Pq num tem como agente deixar a tristeza pro lado só como deixa-la de sentir....pq quem nao senti tristeza nao senti nada e quem nao sente nada nao é humano...

..Álvaro.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Aviso

Desculpa pessoas q seguem meu blogg por eu ter dado uma parado nas postagens é q eu andava muito ocupado pois agora em diante voutei a tona entaumm..nao esqueçam de ver ^^

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

''algum anjo poderia arrancar esta dor que toma conta do meu coração por favor é q logo agora começou a dor,pois agora me sintuh tão só...T.T'

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Versos Tristes


"Nem sei porque você se foi. Quantas saudades eu senti. E de tristeza vou viver. E aquele adeus não pude dar. Você marcou em minha vida. Viveu, morreu na minha história. Chego a ter medo do futuro. E da solidão que em minha porta bate. E eu,Gostava tanto de você.Eu corro, fujo dessa sombra. Em sonho vejo este passado. E na parede do meu quarto. Ainda está o seu retrato. Não quero ver pra não lembrar. Pensei até em me mudar. Lugar qualquer que não exista. O pensamento em você...Saudades Eternas, Amor Incondicional, por toda minha vida."

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Mais nada


Eu canto porque o instante existe
E a minha vida está completa.
Não sou alegre nem sou triste:
Sou poeta.

Irmã das coisas fugidias,
Não sinto gozo nem tormento.
Atravesso noites e dias
No vento

Se desmorono ou se edifico,
Se permaneço, ou me desfaço,
- não sei, não sei. Não sei se fico
ou passo.

Sei que canto. E a canção é tudo.
Tem sangue eterno a asa rimada.
E um dia sei que estarei muda:
- mais nada.

domingo, 23 de agosto de 2009



Contar-te longamente as perigosas
coisas do mar. Contar-te o amor ardente
e as ilhas que só há no verbo amar.
Contar-te longamente longamente.

Amor ardente. Amor ardente. E mar.
Contar-te longamente as misteriosas
maravilhas do verbo navegar.
E mar. Amar: as coisas perigosas.

Contar-te longamente que já foi
num tempo doce coisa amar. E mar.
Contar-te longamente como doi

desembarcar nas ilhas misteriosas.
Contar-te o mar ardente e o verbo amar.
E longamente as coisas perigosas.

sábado, 22 de agosto de 2009

free counters

O ultimo sabado triste.

O sol se punha no horizonte, e mais um sábado começava. Porém, nesse dia sagrado, ninguém sorria. As trevas aos poucos se empunham ao cair da noite. No coração de muita gente as trevas já haviam caído algumas horas antes. A esperança se fora. Tudo o que ansiavam desaparecera naquela escuridão. O Mestre estava morto. Jesus morrera naquela tarde, e com Ele morreram a alegria e a paz.

Naquele sábado, tudo era contraditório. No dia que relembrava a criação de Deus e Seu poder que trouxe à vida toda criatura, Jesus estava num túmulo. O Rei da Vida estava morto. Os discípulos relembravam Suas palavras acerca desse momento, quase sem poder acreditar que o que mais temiam agora era realidade.

Jesus tinha dito: “É necessário que o Filho do Homem sofra muitas coisas, seja rejeitado pelos anciãos, pelos principais sacerdotes e pelos escribas; seja morto e, no terceiro dia, ressuscite.” Lucas 9:22. De fato, Jesus tinha sido humilhado, maltratado, ferido e morto. Seria possível que ressuscitasse ao terceiro dia? Seria possível que vencesse a morte, trazendo vida a todos os corações? Impacientemente esperavam passar o sábado mais triste da história.

E eis que o dia amanhece. O brilho do sol aparece junto com o brilho de um anjo que corta o céu. O anjo traz uma ordem de Deus, o Pai. Os soldados que guardam o túmulo desfalecem perante aquela presença celestial, enquanto o anjo rola a pedra que selava o túmulo do Filho de Deus. Com uma voz forte e poderosa, diz: “Filho de Deus, Teu Pai te chama! Sai desse túmulo, pois a morte foi vencida para sempre!”

Jesus se levanta. Seu rosto brilha com uma luz divina. É a luz de um amor maior que tudo, maior que a morte, maior que todo o mal. Esse amor, que foi capaz de dar a própria vida pela salvação da humanidade, ressurge na pessoa de Jesus. Ele está vivo, pois a morte não pode deter o Senhor da Vida. Ele ressurge como o Rei da Glória.

O Céu está em festa. Finalmente o plano da salvação está completo! Através de Cristo, todos os que quiserem podem herdar a vida eterna. Uma porta de salvação foi aberta para o homem cativo do pecado. Os anjos se emocionaram ao contemplar o amor profundo e inexplicável que move o Universo. Todos O adoram como Rei dos Reis e Senhor dos Senhores.

A esperança renasceu! A tristeza e a morte reinaram por um dia, mas a vida e o amor reinam para toda a eternidade. Os discípulos, ao receberem a notícia, saem pelo mundo pregando corajosamente a mensagem. Como não falar da grande esperança do evengelho e da vida eterna?

“Digno é o Cordeiro que foi morto
De receber o poder, e riqueza,
E sabedoria, e força,
E honra, e glória, e louvor.” Apocalipse 5:12

HOJE É UM DIA TRISTE...

Até o tempo sabe... fria... Cinzenta... agora chove inundando a cidade
Como as lagrimas que rolam em minha face.
Sinto dor da ausência... daquilo que era sonho...e agora desespero.
De não te olhar, não te sentir...de não seguir o curso da sua vida
Ando me perguntando, porque que tem que ser assim?
Agora só, sem seu olhar... afagos...carinhos seus que meu coração busca...
Caminho esse a qual você deixou...
Hoje é um dia triste...
Por quantos dias tristes mais terei que caminhar? Não sei. Não sei...
Aprendi muitas coisas... sonhei..., vivi intensamente transbordado de contentamento.
Acreditei que tudo era eterno, como o dia que se segue a noite...
Agora passo a passo vou passando... até virar passado... uma lembrança... um sonho bom,
Que me acompanhará enquanto estiver...

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Uma historia de amor

Era uma tarde triste, chuvosa, em que a natureza se encontrava
A noite, o tempo piorou, o céu mais escuro que breu já se tornava
Um beija-flor em um galhinho da copada de uma árvore, ali sonhava
Pensava em sua amada, que ele já não sabia agora por onde andava

Então adormeceu, naquele local, só e triste, como triste era a noite
Sonhou de forma agitada, que sua amada em perigo se encontrava
Acordou em sobressalto, e com o sonho impressionado estava
Ao amanhecer o dia, um vento forte e gelado cortava a mata qual açoite

O beija-flor voando de forma sutil e ligeiro não sentia a friagem atacar
Tentava achar sua amada, por entre a floresta, voando rápido sem parar
Exausto pelo esforço dispendido, suas asas batiam de forma febril
Quando sob um pé de rosa avistou sua amada, olhando triste, o céu de anil

O beija-flor com um gemido, tristonho junto dela, cansado sem forças caiu
E os dois em um doce beijo, cerraram os olhos, que nunca mais se abriu
Assim esta história tão triste, terminou de forma cruel, sob o pé de rosa em flor
Mostrando que até entre os pequeninos pássaros, pode existir um imenso amor.

História triste

História triste

Ela sempre o observou de longe e sempre deu oportunidade a outras para serem felizes com ele. Para aproveitarem o seu amor. Ele tinha tanto para oferecer, mas ela não aceitava que ele poderia amá-la como ela o amava. Ela olhava para ele, eterno amigo, como um ser inatingível, ele era tão bonito, inteligente, ela amava-o tanto. Amores impossiveis... o mundo está cheio deles. Mas coragem foi sempre o que lhe faltou e com o tempo, ela foi perdendo a esperança escondida de algum dia chamá-lo seu. Sabia que o amaria para todo o sempre, mas não seria nunca correspondida.
Ela seguiu em frente, conheceu um rapaz. Pode-se dizer que se apaixonou por ele. E passou muitos bons momentos com ele. Mas quando lhe perguntou se queria casar com ele, quando ela aceitou a proposta, não conseguia evitar a imagem que lhe surgia quase que automáticamente do seu eterno amigo, do seu amor.
Quando ela se casou, o corpo morto dele foi encontrado e ao seu lado a carta que revelava o amor que este também sentia por ela...desde sempre.

O amor nao se vê, sente-se. Mas há que deixar que os outros vejam que o sentimos.

Confira abaixo as dez músicas mais tristes da história:

1 - The Verve - The Drugs Don't Work
2 - Robbie Williams - Angels
3 - Elton John - Sorry Seems To Be The Hardest Word
4 - Whitney Houston - I Will Always Love You
5 - Sinead O'Connor - Nothing Compares 2 U
6 - Will Young - Leave Right Now
7 - Elvis Presley - Are You Lonesome Tonight?
8 - Christina Aguilera - Beautiful
9 - James Blunt - Goodbye My Lover
10 - Radiohead - Fake Plastic Trees

Seriamente falanduh uma coisa q como poderia dizer é uma bomba atoma no quizito tristeza é uma pequena frase como ''minha dor hj é tao intensa que acho que a alegria é uma doença ea tristeza é minha unica saude'' estranhuh né mas oq mais porpociona issuh é a imagem de funduh certo...

Tbm existem pessoas q como eu sentem um baita afeto por esta tal tristeza sabe. ou ate invejao outras por num conseguir senti-la...mas a tristeza é um sentimentuh q nos da um quente no corpo nos da vontade de chorar. E cada lembrança pela mais boa q seja no fundo tem um poko de tristeza sabe..tipo um arependimento ou algo do tipo.

Tristeza ou desgosto é um sentimento humano que expressa desânimo ou frustração em relação a alguém ou algo. É o oposto da alegria. A tristeza pode causar reações físicas como depressão nervosa, choro, insônia, falta de apetite, e ainda, reações emocionais, como o arrependimento.

oq gera:

A tristeza pode ser originada da perda de algo ou de alguém que se tinha de muito valor; esta emoção pode ser potencializada se aquele que sofre de tristeza passa a acreditar que poderia ter feito algo para recuperar ou evitar a perda, mesmo que este algo a fazer seja na prática impossível de se concretizar, e independente da vontade do triste.

É comum a tristeza ser descrita como algo amargo, ou como uma dor, ou como sentimento de incapacidade, ou ainda como algo escuro (trevas).


tbm pode ser:

A tristeza pode ser a consequência de emoções como o egoísmo, a insegurança, a baixa auto-estima, a inveja e a desilusão. São emoções que, quando não são tratadas logo, podem terminar gerando tristeza, ou em casos extremos a depressão nervosa.

obs:isso foi uma pesquisa minha.

quinta-feira, 20 de agosto de 2009


normalmente oq traz a tristeza é a solidao certo......mas pq exatamente a solidao..sabem me dizer..

normalmente estas imagens meio q geram uma dor dentruh de si ou levam vc a uma lembrança qualquer esqueçida por vc ou ate mesma escondida com o meduh de lhe fazer mal entaum espero q olhem bem para isso e me digam oq pensam......pq eu penso num aconteçimentuh loko aee da minha vida ^^ me diga vc.

o inicio

aki falaremos sobre todas as historias tristes vividas pelas pessoas e tbm por mim ou seja aki saberemos pq a tristeza ainda esta aki...